Saúde


01edcee6 ab04 4960 8f85 a76d76946c1eimg 20190610 wa0018

👇 Sugestões 👇


Saude

As castanhas são ricas em manganês, fósforo, zinco, selênio e cobre! Ricas em antioxidante e ainda ajudam na proteção cardiovascular!!! Além de ser uma boa opção para ajudar na saciedade, ela é uma queridinha das dietas lowcarb e paleo e o melhor de tudo é saborosa e saudável.


Saude

Açaí é uma frutinha poderosa rica em antocianina, importante fonte de energia, lipídios, fibras, e minerais e compostos fenólilicos (antioxidantes). Os antioxidante são compostos que atuam inibindo os radicais livres, tem importante função protetora das células, prevenindo doenças crônicas.


Saude

A meditação é o alimento para a alma: ela nutre os valores universais de compaixão, cuidado, responsabilidade, não-violência e paz. Ela nos ajuda a nos conectar com os outros. Estes são valores importantes para nos guiar e nos fazer aceitar toda a humanidade como a nossa família: ainda mais quando o mundo está tão fragmentado.


Saude

Originária do México e de países da América Central, a pitaya parece ter desembarcado de vez no Brasil. Tanto é que, por causa da procura crescente que a fruta já vem sendo cultivada por aqui – principalmente nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Paraná. Além de ser magrinha, a fruta concentra substâncias reconhecidamente benéficas à manutenção da saúde. É o caso dos flavonoides, considerados antioxidantes. Isso quer dizer que eles minimizam os danos provocados por radicais livres a nossas células.


Saude

Qual é a diferença entre eles? Muita gente confunde e acaba não escolhendo de forma consciente! Muitos se baseiam na ilusão do emagrecimento com base nestes alimentos. Os produtos light apresenta diminuição de no mínimo 25% em algum nutriente ou valor energético (proteína ou gordura ou carboidrato) mas ele pode ser aumentado em outro nutriente, tipo diminui o carboidrato mas aumenta a gordura! O alimento diet, caracteriza-se pela restrição de algum nutriente (zera o nutriente) em relação a sua versão tradicional. Um estudo feito na cidade de São Paulo, constatou que, 55,5% dos produtos diet e 31,25% dos produtos light, apresentaram irregularidades em seus rótulos e isso pode gerar confusão engano ao consumidor no momento da compra.